fbpx

Benjoim para harmonizar o ambiente

2 minutos de leitura

O Benjoim é extraído de uma árvore cujo habitat natural é a Ásia Tropical, nas regiões de Sumatra (Indonésia) e Tailândia. Esta árvore, que pode atingir até 20 metros de altura, faz parte da família Styracaceae e dela se extrai um soro que se torna rígido em contato com o sol e o ar.

Neste texto, falaremos sobre as caraterísticas e os usos do Benjoim para seu ambiente e ainda suas utilidades medicinais.

Características:

As principais características do Benjoim como uma planta medicinal é ser antisséptica e expectorante, mas esta planta adquiriu vários usos tanto na medicina tradicional quanto na aromaterapia, em que pode ser utilizada tanto para defumar ambientes com um aroma marcante, místico e agradável – bem como no uso em religiões, principalmente nas de matriz africana, que citam, inclusive, o Benjoim em seus hinos sagrados. Além disso, o Benjoim também está presente na fórmula de diversas fragrâncias da alta perfumaria, dado o seu aroma extremamente agradável, marcante e duradouro.

Uso:

Há mais de mil anos a goma de Benjoim é queimada dentro de ambientes como casas, locais de trabalho e templos. Acredita-se que a queima desta seiva pode ser responsável por simplesmente afugentar e mandar para bem longe todas as más influências e adversidades que podem estar contidas naquele local. Com isso, as pessoas podem ter mais paz e tranquilidade para desempenhar suas atividades cotidianas, ou meditar sem vibrações ruins. Também é utilizado para a quebra de feitiços e para potencializar a força mental humana.

A óleo essencial de Benjoim é largamente utilizado na perfumaria e também para fabricação de incensos. Seu aroma agradável promove bem-estar tanto espiritual quanto físico. Isso porque o aroma do Benjoim pode ter propriedades relaxantes e sedativas, além de ajudar no combate a depressão e de fazer bem para pele.

Curiosidades do Benjoim:

Também conhecido como “Bálsamo do Monge” por ter sido utilizado em templos tibetanos, árabes e indianos, ele também se espalhou pelo ocidente, sendo consumido na Europa e também no Brasil. A queima de um incenso de Benjoim pode durar muito tempo, dadas as características consistentes de sua composição. Além disso, o próprio aroma do Benjoim deve perdurar por um bom tempo no ambiente mesmo após o incenso já ter se apagado.

O Benjoim era a fragrância preferida da Rainha Elizabeth I da Inglaterra, que reinou de 1558 a 1603. Os sucessores desta monarca também se apaixonaram pelo aroma, e o Benjoim acabou conquistando a Família Real Britânica.

Deixe um comentário

2 comentários

Compartilhe este post com mais pessoas!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on pinterest
Pinterest