segunda-feira, junho 17, 2024
Anúncio
InícioBem EstarÓleo de alecrim: entenda para que serve e principais benefícios

Óleo de alecrim: entenda para que serve e principais benefícios

Quer saber quais os benefícios que o óleo de alecrim pode trazer para o seu bem-estar? Então, este é o artigo certo. Na busca por mais qualidade de vida, produtos naturais como óleos essenciais e incensos são grandes aliados. Por isso, inserir o óleo de alecrim na sua vida pode ser uma boa forma de […]

Quer saber quais os benefícios que o óleo de alecrim pode trazer para o seu bem-estar? Então, este é o artigo certo.

Na busca por mais qualidade de vida, produtos naturais como óleos essenciais e incensos são grandes aliados.

Por isso, inserir o óleo de alecrim na sua vida pode ser uma boa forma de resolver alguns problemas e melhorar a sua saúde.

Para saber mais sobre como usá-lo, leia este artigo até o final. Boa leitura!

Conheça mais sobre o óleo de alecrim

Os óleos essenciais têm se mostrado grandes aliados da saúde do ser humano, e um dos que se destaca é o óleo de alecrim.

Isso porque, é possível considerá-lo um dos óleos mais ricos do mundo, servindo para a realização de receitas, rituais religiosos e para a medicina natural desde muito tempo.

Conforme o tempo foi passando, ele se tornou cada vez mais popular e, hoje em dia, o uso que se faz dele vai além dos casos mencionados acima.

Por exemplo, o óleo de alecrim está presente em tratamentos estéticos, para o cuidado dos cabelos e da pele.

Afinal, os especialistas afirmam que ele é uma boa fonte de antioxidantes, agindo para tanto para a beleza, quanto para a saúde, ajudando a fortalecer o sistema imunológico.

Um pouco da história do produto

A popularização do óleo de alecrim teve início principalmente na Europa, mais precisamente na Itália e na França. Depois disso, o produto se espalhou, ganhando fama mundial.

No entanto, conforme comentamos anteriormente, o uso desse produto começou há muito tempo. Para sermos mais específicos, há milênios, em receitas culinárias.

Além disso, já faz tempo que se descobriu os benefícios do uso terapêutico do óleo essencial de alecrim, principalmente para recuperar o ânimo e aumentar o foco.

É possível comentar, ainda, que o óleo, bem como a planta, são ótimos revigorantes e estimulantes e, por essa razão, age sobre o ânimo dos seres humanos.

A extração do óleo de alecrim

Muitas pessoas se perguntam sobre a origem do óleo de alecrim. Afinal, é interessante saber de onde vem um elemento tão benéfico para os seres humanos.

Com isso, vale destacar que a extração do óleo de alecrim vem da planta que conhecemos popularmente como alecrim, cujo nome científico é Rosmarinus officinalis.

Há quem produza o óleo essencial de alecrim em casa. Para isso, é importante saber que ele deve ser armazenado em um lugar quente e escuro, com a intenção de preservar as propriedades do produto.

No entanto, saiba que é possível comprá-lo pronto em lojas especializadas, e utilizá-lo com a finalidade que mais se adequar à sua necessidade.

Por exemplo, existem pessoas que fazem chá com o óleo essencial de alecrim e consomem a bebida 3 ou 4 vezes por dia.

Seja qual for o uso que você fizer dele, a verdade é que o óleo de alecrim poderá trazer inúmeros benefícios.

Por isso, no tópico a seguir, vamos comentar melhor para que ele serve. Sendo assim, continue a leitura.

Para que serve o óleo de alecrim? 

De acordo com o que falamos até aqui, você já deve ter notado que o óleo de alecrim possui uma série de utilidades.

Desse modo, é possível perceber que ele traz vários benefícios para a nossa saúde e bem-estar. A seguir, apresentamos uma lista com os benefícios do produto.

  • Analgésico;
  • Antimicótico;
  • Estimulante mental;
  • Antioxidante;
  • Cicatrizante;
  • Refrescante;
  • Antimicrobiano;
  • Anti-inflamatório;
  • Anticaspa.

Com isso, repare que inserir o óleo essencial de alecrim no seu dia a dia pode ser bastante vantajoso. A partir de agora, vamos comentar melhor de que forma você pode usá-lo. Veja.

Mulher usando óleo de alecrim no braço, sentada em uma cama.

Para a pele

Um dos usos mais comuns que as pessoas fazem desse produto é para o tratamento da pele, para hidratá-la e estimular a produção de colágeno.

Além disso, também se usa o óleo de alecrim para combater os radicais livres. Tudo isso se deve à sua função antioxidantes.

Dessa forma, ele ajuda a diminuir os efeitos que os radicais livres geram na pele, como o surgimento de rugas e manchas, flacidez, comprometimento na sustentação e envelhecimento geral.

Além disso, devido à sua atuação como neurotransmissor, ele auxilia para a diminuição das rugas e das linhas de expressão, principalmente causadas pelo estresse e cansaço.

Isso porque, o aroma do óleo essencial entra em contato com o sensorial da pele, aliviando as terminações nervosas e liberando acetilcolina.

Portanto, se você quiser usá-lo para cuidar da sua pele, basta diluir o produto em água ou em óleo base e, em seguida, passá-lo na pele, massageando-a levemente.

Depois disso, basta limpar o excesso com uma toalha umedecida em água morna. Assim, o óleo de alecrim pode fazer parte da sua rotina de skincare.

Para vias respiratórias 

Pessoas que enfrentam problemas respiratórios podem se beneficiar muito desse óleo, pois ele oferece alguns benefícios para as vias respiratórias.

Por exemplo, ele serve para aliviar o congestionamento da garganta, as alergias respiratórias, bem como gripes e resfriados.

Se você quiser usá-lo com essa finalidade, é necessário ferver uma xícara de água e colocar algumas gotas do óleo essencial.

Em seguida, você deverá respirar o aroma ao longo do dia. Com isso, você poderá sentir um alívio dos sintomas de resfriado e da gripe.

Uma dica é pingar uma ou duas gotas no peito e na garganta, e massageá-los a cada 3 horas. Dessa forma, também é possível sentir um alívio e respirar melhor.

Para o cabelo

Outra forma de usar o óleo de alecrim é para estimular o crescimento do cabelo, bem como para o combate à caspa. Isso é possível graças à sua propriedade antifúngica.

Para isso, é possível inserir algumas gotas do óleo no xampu ou, se preferir, colocá-lo diretamente no couro cabeludo. No segundo caso, o ideal é misturá-lo com óleo de coco.

Além disso, vale reforçar que a aplicação deve acontecer de 15 em 15 dias. Assim, massageie levemente a cabeça e, logo após, lave o cabelo de modo normal.

Pessoa usando gotas de óleo de alecrim no cabelo.

Para o corpo

Como você já sabe, a ação antimicrobiana é uma das propriedades do óleo essencial de alecrim, e isso é algo extremamente importante para todo o nosso corpo.

Isso porque, podemos usá-lo de várias formas, por exemplo, como desodorante. Assim, ele ajuda a combater odores devido à eliminação de microorganismos que causam o mau cheiro.

Também é possível utilizá-lo com sabonete e sais de banho, mediante a aplicação de algumas gotinhas. 

Dessa forma, ele contribui com seu aroma agradável e ainda ajuda a eliminar bactérias e micoses.

Mas não é apenas relacionado à higiene que o óleo de alecrim serve para o nosso corpo, pois ele também tem a função de ajudar a diminuir dores musculares e de cabeça.

Neste caso, é necessário aplicá-lo diluído em água, para que ele não entre em contato direto com a pele estando muito concentrado, pois isso poderia causar reações alérgicas.

Para a circulação

Se você precisa melhorar sua circulação sanguínea, o óleo de alecrim pode ser um bom aliado nessa tarefa.

Afinal, ele tem propriedades analgésicas. Com isso, ele tem grande utilidade no tratamento de cãibras e de dores nas articulações.

Como ele estimula a circulação, ajuda a remover toxinas do nosso corpo, sendo muito útil para o tratamento de celulite e estrias.

Sendo assim, caso você queira usá-lo para o alívio de dores, basta diluí-lo em água e aplicá-lo diretamente na região em que estiver sentindo dor.

Mas se sua intenção for tratar estrias e celulite, o ideal é fazer uma misturinha com duas gotas do óleo essencial de alecrim, duas gotas do óleo essencial de erva-doce e 3 colheres de óleo de coco ou de azeite.

Em seguida, aplique a mistura na região e massageie.

Agora que você conhece alguns dos principais usos desse óleo, o que acha de aprender a fazê-lo em sua própria casa? Para isso, leia o tópico a seguir.

Aprenda a fazer em casa 

Algumas pessoas procuram preparar o próprio óleo essencial em casa. Se este for o seu caso, as informações a seguir são para você.

Por isso, o primeiro passo que é necessário para a preparação do óleo caseiro é secar alguns raminhos de alecrim.

Você pode fazer isso no forno em temperatura baixa ou simplesmente deixá-los em um ambiente escuro e seco.

Depois disso, a próxima etapa consiste em retirar as folhas do alecrim. Vale lembrar que a quantidade ideal equivale a, aproximadamente, uma xícara.

Então, será necessário colocá-las em um recipiente para fazer um banho-maria. Porém, antes disso, adicione duas xícaras de um óleo base, que pode ser o de coco ou de amêndoas.

Você deverá deixá-lo em fogo baixo por 3 horas, mexendo de vez em quando com o auxílio de uma colher de silicone ou de madeira.

Em seguida, é necessário coar a mistura, colocando-a em um recipiente de vidro e deixando-a em um local escuro e seco.

Seu óleo de alecrim vai estar pronto depois disso. No entanto, é importante reforçar a necessidade de diluí-lo antes de usar, para evitar que ele queime a sua pele.

Também é necessário lembrar que mulheres grávidas ou em período de amamentação, crianças, pessoas com problemas digestivos ou com pressão alta devem evitar usá-lo.

Mesmo que ele tenha inúmeros benefícios para a nossa saúde, é sempre interessante procurar orientação médica antes de usá-lo.

Isso porque, ele pode apresentar alguma reação com outros medicamentos. 

No próximo tópico, vamos dar continuidade a esse assunto, pois falaremos melhor sobre os cuidados necessários com o produto. Acompanhe.

Cuidados necessários para o uso do óleo de alecrim

Frascos de óleos em cima de mesa com outros objetos.

Apesar de o óleo essencial de alecrim ser muito benéfico para o ser humano, não podemos ignorar o fato de que ele é um produto natural e, como tal, pode apresentar alguma contraindicação.

Isso acontece porque ele pode causar alguns efeitos colaterais em algumas pessoas, principalmente se ele for usado de modo exagerado ou ininterrupto.

Sendo assim, vamos apresentar alguns cuidados que você deve tomar ao usar esse produto, para aproveitá-lo da melhor maneira. Veja!

Use-o de forma moderada

Você se lembra de que comentamos que pode ser adequado procurar um médico antes de usar o óleo de alecrim?

Pois bem, isso é importante, entre outras razões, para evitar utilizá-lo de modo exagerado.

Afinal, é importante estabelecer um limite de uso e de concentração para que ele não se torne prejudicial ao seu bem-estar.

Cuidado com reações alérgicas

Caso você já tenha um quadro clínico de alergias de pele, é importante verificar se pode utilizar o óleo essencial de alecrim.

Além disso, mesmo que esse não seja o seu caso, comece usando o produto com moderação para verificar que ele não lhe causa alergias.

Isso porque, algumas pessoas podem sentir irritação na pele ao entrarem em contato direto com o alecrim e os derivados dele.

Nada de óleo de alecrim durante a gravidez

Se você estiver grávida, é fundamental interromper o uso desse produto até o nascimento do bebê.

Algumas pesquisas indicam que o extrato de alecrim pode apresentar efeito embriotóxico, o que pode causar o aborto.

Ele pode causar desidratação

A ciência também já vem analisando os efeitos diuréticos causados pelo consumo do alecrim.

Por isso, vale reforçar a importância de não usar o óleo essencial de forma exagerada, pois isso poderia gerar risco de desidratação.

Além disso, ele também pode alterar a concentração de lítio no corpo caso usado em excesso, podendo alcançar níveis tóxicos.

Portanto, siga as dicas que trouxemos neste conteúdo e utilize seu óleo essencial de alecrim com moderação e responsabilidade.

Compre seu óleo essencial na Fênix

Agora que você conhece melhor o óleo de alecrim e os benefícios que ele traz, está na hora de inserir os óleos essenciais em seu dia a dia.

Afinal, seja de alecrim ou de qualquer outra planta, a verdade é que todos oferecem benefícios para a sua vida.

Por isso, consulte seu médico e verifique a possibilidade de inserir os óleos essenciais em sua rotina de cuidados com a saúde.

Neste caso, a Fênix Incensos pode ajudar, pois trabalhamos com produtos naturais de alta qualidade, pensando na sua saúde e bem-estar.

Esperamos que este artigo tenha sido útil. Para mais informações como as que você conferiu até aqui, confira outras publicações do Blog da Fênix.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Anúncio

POPULARES