Da mesa para alma!

Da mesa para alma!

3 minutos de leitura

Estar conectado a natureza significa muito mais do que férias e relaxamento. É estar ligado a vida em todas as dimensões que ela compreende. É empoderar-se de liberdade e autonomia. Porque quem consegue relacionar-se com esta inteligência tão fantástica é capaz de conectar-se com sua própria natureza, conhecer seu corpo, ouvir seus sinais, seguir a intuição, compreender as questões da alma, curar-se.

A terra nos dá a nutrição e a medicina. Nos ensina sobre os valores primordiais, a simplicidade inteligente, sábia. Nos atenta a nossa origem…

Avaliando mais microscopicamente, percebemos ainda um interessante vínculo sanguíneo entre nós e os frutos dessa terra. A molécula da clorofila e a da hemoglobina são praticamente iguais, mudando apenas o seu núcleo. Enquanto temos o Ferro, as plantas tem o Magnésio. Mais curioso ainda é o fato da clorofila ser uma poderosa fonte de renovação sanguínea e celular, transmitindo o que temos em comum com a terra, os minerais.

A terra nos dá a nutrição e a medicina

A filosofia Antroposófica, de onde nasceu a agricultura biodinâmica, vai ainda mais longe ao tratar a relação Homem e Vegetal. Eleva a nutrição ao patamar da meditação e desenvolvimento espiritual, partindo do princípio de que os vegetais são 95% ar e 5% matéria, desenvolvidos em grande parcela pela absorção da luz, numa espécie de colaboração entre as forças terrestres e cósmicas. Portanto planta é energia, ainda mais se for biodinâmica, pois recebeu um tratamento específico para potencializar ainda mais a absorção da energia solar. Portanto, o alimento fresco, segundo a nutrição Antroposófica, muito inspirada nestas palavras de Pitágoras, nos leva a seguinte reflexão:

Apenas os alimentos vivos e frescos podem dar condições de aprender a verdade.

Peter Schmidt, um dos precursores da Antroposofia no Brasil, arrematou ainda:

A substância alimentar estende suas ações até o domínio da alma e do espírito.

Sob estes pontos de vista, podemos concluir que nós não comemos o que vemos, mas o que está por trás daquilo que comemos.

O mundo hoje está cheio de doenças porque muitos não tem se quer uma percepção básica sobre o que coloca pra dentro de si. Se distanciaram da sábia simplicidade para se deixarem engolir pela roda dos valores superficiais chafurdados no vazio emocional. Optaram pela comodidade de colher o alimento  ”fresco” nas prateleiras dos supermercados, com uma média de 77% de seus nutrientes destruídos, enquanto os outros 23% estão encharcados de conservantes químicos. A terra que recebe agrotóxico perde toda sua riqueza mineral. Cultivamos alimentos em uma terra morta por veneno e colhemos alimentos sem sabor e de baixíssimo índice nutricional.  Com isso, levamos também de bônus o envelhecimento celular precoce, a destruição da nossa mucosa intestinal e sua tão importante flora, a carência nutricional e todas as doenças que estas péssimas condições semeiam no solo humano. Assim como tratamos a terra, tratamos a nós mesmos.

Será que um dia teremos condições de descongelar nossos sentidos e retomarmos de onde paramos? Que tal perguntar para aquele pequeno agricultor que rega o solo com seu suor e nutri sua alma de orgulho por produzir um alimento sem venenos? Eles existem, tenho certeza que se você procurar com atenção irá encontrar, e esse será seu link de volta, suas intuitivas células irão te guiar, e esse passará a ser um caminho sem volta. Porque o que no mais profundo do seu ser vibra é vida, luz, conexão, elevação.

Apoie as pequenas iniciativas que se alinham com esse espírito, faça sua parte e todo o resto irá se ajeitar. Como dizem por aí, a Revolução se dará pelo alimento!

Incensos naturais e
artesanais desde 1990

Acesse nossa loja online para conhecer
nossos produtos naturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One Response

  1. Fiquei felicíssima ao encontrar o blog da Fênix. Já sou conhecedora de uma vida saudável, mas sinto que ainda ha um longo aprendizado. Desejo ter uma vida exemplar para contagiar o mazmáx de pessoas possível.

Compartilhe este post com mais pessoas!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no pinterest
Pinterest