fbpx

Veja os benefícios e cuidados do yoga para gestantes

3 minutos de leitura

Você sabia que existem adaptações de posturas de yoga para gestantes que podem representar mais qualidade de vida e bem-estar? A prática de yoga é muito interessante para mulheres grávidas, pois pode ser facilmente adaptada para todos os estágios da gestação.

Isso porque o yoga não se baseia apenas em posturas invertidas ou movimentos que exigem muito trabalho do corpo. A prática também está muito ligada à consciência corporal aliada à respiração e a técnicas meditativas.

A gestação é uma fase extremamente significativa na vida de uma mulher, e o yoga pode ajudá-la a entender melhor seu corpo e, até mesmo, a facilitar o parto. Na sequência, conheça os principais benefícios e cuidados do yoga para gestante e confira algumas posturas!

Cria consciência corporal

Durante a gestação, o corpo da mulher passa por transformações fortíssimas. Além do aumento dos seios e da barriga e do inchaço no corpo, os nove meses em que ela carrega o bebê no ventre trazem liberações intensas de hormônios.

Por meio das posturas de yoga aliadas à respiração, é possível entender melhor o corpo, ganhando consciência e admiração por si mesma, mesmo nos momentos mais difíceis da gestação. Ter mais consciência corporal é fundamental para uma gestação saudável e mais tranquila.

Além disso, entender as mudanças e o que acontece dentro de si ajuda a mulher a criar um vínculo maior com o bebê, o que é um ganho imensurável para ambos.

Aprimora a respiração

Respirar de forma adequada é relevante o tempo inteiro, mas para uma mulher grávida, respirar corretamente é ainda mais essencial. Além de ajudar a controlar as mudanças de humor e diminuir os desconfortos da gravidez, a respiração é importantíssima no momento do parto.

Saber respirar corretamente ajuda a controlar a ansiedade, muito normal durante todo o processo. O yoga prioriza a respiração na execução de todos os movimentos e ensina técnicas adequadas que certamente farão toda a diferença para as futuras mamães.

Trabalha o corpo

Exercitar-se durante a gravidez é crucial para não atrofiar músculos e não perder a flexibilidade e os ganhos que atividades físicas promovem.

Além disso, exercícios físicos são importantes para prevenir ou diminuir dores causadas pela mudança do corpo durante a gestação. Nesse sentido, torna-se significativo encontrar alternativas saudáveis que permitam à mulher se exercitar sem riscos de se machucar ou de prejudicar o bebê.

Poder se apoiar em uma atividade física com adaptações leves ajuda a trabalhar o corpo, melhora a respiração e promove mais qualidade de vida e bem-estar para as mulheres que sentem falta de um exercício quando estão grávidas.

Apresenta adaptações para todas as fases da gravidez

Além das técnicas de meditação e respiração que estão presentes e são importantes ao longo de toda a gestação, existem posturas mais apropriadas para cada trimestre.

No primeiro trimestre, por exemplo, é recomendável começar a reduzir a intensidade das posturas e não comprimir tanto o abdômen. Opte por posturas como a do gato e a da vaca, que promovem o fortalecimento da coluna e ajudam a melhorar a circulação.

No segundo trimestre, já é possível sentir o equilíbrio do corpo sendo mais prejudicado, então a postura da árvore e a postura da dança real podem ajudar a controlar melhor os eixos do organismo.

No terceiro trimestre, com o parto se aproximando, é necessário preparar o assoalho pélvico e o períneo, então posturas de cócoras e a ponte ajudam a fortalecer essas partes do corpo, além de oferecer alívio para a região lombar.

Ajuda na recuperação pós-parto

A prática de yoga também pode ser uma importante aliada na recuperação pós-parto, tanto física quanto emocional e mentalmente. Isso porque existem exercícios para fortalecer o assoalho pélvico e o abdômen, partes do corpo que sofrem bastante com a gestação.

O yoga também é responsável por ajudar a controlar o estresse e a entender as mudanças de emoções que são bastante normais durante o pós-parto. Estando mais calma e concentrada, é possível se recuperar mais rápido e não sentir de forma tão intensa as mudanças dessa fase, tanto no corpo quanto na forma como a mulher se sente em relação a si mesma.

A prática de yoga para gestantes é extremamente benéfica, mas, como toda atividade física, é essencial que a mulher tenha acompanhamento de um médico e de alguém especializado na prática para garantir sua segurança e a do bebê também.

Agora que você entende a importância e os benefícios da prática de yoga para gestante, veja também 3 livros sobre yoga para ter sempre na cabeceira!

Incensos naturais e
artesanais desde 1990

Acesse nossa loja online para conhecer
nossos produtos naturais

Deixe um comentário

Compartilhe este post com mais pessoas!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on pinterest
Pinterest