fbpx

Resiliência mental: veja como desenvolvê-la para viver melhor

Todas as pessoas passam por problemas e, eventualmente, precisam enfrentar fracassos. A cada vez que temos nossa capacidade de adaptação testada, experimentamos os limites da resiliência mental.

Manter-se resiliente diante das adversidades permite que o indivíduo seja capaz de enfrentar os momentos de crise, criando as condições adequadas para dar um passo adiante. E manter o propósito auxilia a conservar a serenidade nos momentos de estresse.

Por isso, se você deseja saber como desenvolver a resiliência mental para viver melhor, acompanhe a leitura!

O que é resiliência mental?

Resiliência é um termo utilizado na área da física. Refere-se à capacidade que um material tem para suportar diferentes tipos de pressão, conseguindo retornar ao estado original de forma rápida. De forma semelhante, na área mental e emocional, ter resiliência significa ser capaz de se reconstruir e voltar à sua forma primária, superando os infortúnios e/ou adaptando-se a eles.

Dessa forma, uma pessoa resiliente funciona bem sob pressão e é flexível ao lidar com os problemas e obstáculos que encontrar em seu caminho. Contudo, sem perder o equilíbrio emocional e psicológico. Essa é uma característica fundamental, inclusive, para o sucesso profissional, pois mantém o empregado focado na atitude correta perante um desafio ou mudança.

Quais as características de pessoas resilientes?

Pessoas resilientes são capazes de transformar as experiências negativas em formas de aprendizado, evoluindo após contratempos. Além disso, elas conhecem seus limites, aceitam o que está fora de seu controle e cultivam uma visão positiva e otimista do mundo.

Essa capacidade de se recuperar de traumas e perdas, mantendo o foco e o otimismo, mesmo em situações de muito estresse, leva a uma jornada de autoconhecimento, aumentando a confiança que a pessoa tem em si mesma.

A lenda da Fênix

Assim, o ser humano pode desenvolver uma maravilhosa característica que remete ao mito da Fênix: o poder da resiliência. Essa ave mitológica é capaz de renascer das cinzas, após sua morte, sempre em uma versão mais poderosa de si mesma, demonstrando incrível capacidade de superação.

Dessa maneira, também por meio da resiliência, o homem é capaz de ressurgir em uma forma mais forte e corajosa de si mesmo.

Como exercitar a resiliência?

Existem pessoas naturalmente mais resilientes, e outras, menos. Tal como um músculo, a resiliência mental pode ser trabalhada e desenvolvida. Por isso, mesmo que você não seja uma pessoa naturalmente dotada dessa habilidade, está apta a desenvolvê-la, utilizando cada obstáculo enfrentado como uma forma de aprimorá-la.

Momentos de dor, como separações, conflitos, luto e doenças, bem como demais desafios, são fundamentais para nosso aprimoramento emocional, em busca do equilíbrio de permanecer estável diante de situações adversas. A resiliência mental está muito ligada ao autoconhecimento e à autoconfiança. Por isso, aprender a desenvolvê-la é um desafio.

Siga as dicas que demos aqui, exercitando essa característica ao máximo, mas sempre alerta para não ultrapassar seus limites. Mantenha a calma e, como a Fênix, você será capaz de renascer de forma poderosa após situações de grande adversidade, adquirindo a verdadeira resiliência mental.

O conteúdo foi útil para você? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e apresente essas dicas para os seus amigos! Com certeza eles vão ficar interessados nas informações apresentadas por aqui.

Gostou? Compartilhe este artigo com mais pessoas...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

Categorias

Cadastre-se

Inscreva-se para receber todas as novidades e promoções.



Instagram