fbpx

Resgate sua criança interior!

3 minutos de leitura

Com certeza você se lembra de uma roupa linda que tinha quando criança e que adorava vestir. Ou daquela sobremesa que sua avó fazia e que você cresceu com o sabor dela em suas memórias.

A infância é um momento mágico que nos permite construir um mundo próprio e que, ao mesmo tempo, nos obriga a evoluir. É uma fase de muitos aprendizados, como caminhar, falar, conviver, pedir, entender, se transformar o tempo todo. 

E nossos aprendizados podem estar carregados de lembranças lindas de amor incondicional e outras vezes formados por dores difíceis de serem esquecidas. 

O que acontece na infância é levado para a vida

Diversas áreas do conhecimento fazem estudos sobre o período da infância porque sabem que essa fase é muito importante para a formação do ser humano. Para muitas filosofias, uma criança amada se torna um adulto saudável. 

E quando falamos em “amada” dizemos da criança que mesmo fora de condições idealizadas recebeu todo o acolhimento de seus sentimentos e que também foi impulsionada e encorajada a encarar seus desafios. Essas são referências do feminino e masculino, acolhimento e força.

É importante dizer que em muitas famílias brasileiras ou a mulher ou o homem representa, sozinho, tanto a energia feminina como a masculina. E isso não impede a criança de crescer saudável e feliz.

Ou seja, se as bases de uma criança são de amor, ela vai ser um adulto com mais coragem e amorosidade para enfrentar a vida.

Olhar para a criança interior

Por isso que, olhar para a nossa criança interior é um exercício que podemos e talvez devemos fazer com certa frequência. O que da sua infância está ressoando até hoje? 

Muitos de nós podemos ter alguns sentimentos que são representações de situações que aconteceram lá quando a gente era pequenino(a). Por exemplo, muito dos nossos sentimentos de rejeição vêm de nossas necessidades não atendidas quando crianças. 

Mas, você deve estar se perguntando: e o que faço com tudo isso?

Nutrindo sua criança com amor

Não podemos voltar ao passado para modificar algo que já aconteceu. Mas, podemos ressignificar as partes que não são tão legais assim de nossa infância. E, para isso, você pode simplesmente se conectar a sua criança interior.

Lembre-se de alguma situação ou fase da vida como, por exemplo, um dia em que você se sentiu sozinha porque sua mãe estava trabalhando. 

Olhe para os olhos dessa criança, que é você mesma, e diga o quanto está tudo bem-estar sozinha. E que você consegue se virar sozinha mesmo quando não tem um adulto por perto. E, então, acolha sua criança com amorosidade.

Resgatando a criança que há em você

Também podemos lembrar das partes boas de quando a gente era criança e trazê-las para o presente. Resgatar a criança interior significa reativar a parte dentro de nós que é espontânea, brincalhona, entusiasmada, leve, humorada. Ou seja, aquela parte que nos lembra de que tudo é possível.

Quando você era pequeno, confiava que tudo ia dar certo. Ou seja, você se entregava às experiências com muita tranquilidade. Mas, claro, você não tinha toda a bagagem de situações vividas até aqui e lhe fizeram, por horas, deixar de confiar, certo? 

Mas, e se você pudesse simplesmente se permitir confiar novamente, assim quando você era pequeno(a)?

Olhe para sua criança interior, aquela que, mesmo no imaginário, podia tudo. Que tinha heróis e ia até a Lua com um foguete de papelão. Que caía, mas logo levantava. Que chorava, mas que ficava feliz com uma florzinha colorida: “olha mãe que linda”! 

O que você tem feito para resgatar sua criança interior? 

Numa época em que temos que lidar com as situações diárias de pressões, olhar para sua criança pode ser uma maneira de adoçar o mundo e a nós mesmos.

Incensos naturais e
artesanais desde 1990

Acesse nossa loja online para conhecer
nossos produtos naturais

Deixe um comentário

Compartilhe este post com mais pessoas!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on pinterest
Pinterest