Conheça os tipos de meditação e suas diferenças!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Diante do dia a dia atribulado, tão conectado ao mundo virtual e desconectado do real, as pessoas vêm buscando formas de reencontrarem a sua essência, o equilíbrio e a paz interior. Dentro desse contexto, os diversos tipos de meditação estão conquistando cada vez mais adeptos.

Além de ser útil para trazer mais consciência à nossa rotina, meditar frequentemente equilibra as emoções, os sentimentos e os pensamentos. A prática também nos direciona ao caminho do autoconhecimento de maneira mais eficaz. Ficou com curiosidade?

O melhor de tudo é que existem diferentes técnicas. Dessa forma, você pode escolher qual combina mais com seu estilo de vida e começar a praticar hoje mesmo! Continue conosco e conheça as diferenças entre alguns tipos de meditação superinteressantes.

Meditação zazen

A meditação zazen é uma técnica muito difundida na prática zen-budista e apresenta como objetivos difundir nossa paciência, compreensão e compaixão. De acordo com o sânscrito Dhyana (ou Jhana), o termo “zen” significa estado meditativo profundo e sutil. Já o prefixo “za” significa sentar-se.

Existem 3 maneiras de se sentar em zazen e as mãos se posicionam juntas, de modo a formar um eclipse sobre o colo. O ideal é deixar os pensamentos e os sentimentos vagarem livremente, sem tentar controlá-los ou eliminá-los.

Meditação metta

Entre os tipos de meditação, essa é considerada a do amor. Afinal, “metta” significa “amor” ou “amabilidade“. Ela é composta por 8 afirmações que devem ser repetidas durante o período da prática, sendo que não há tempo de duração ou postura específicos. O importante é repetir as frases com todo o coração.

A meditação metta foca em pedir para o universo o bem geral para a humanidade, a partir da nossa vontade em praticar o bem e perdoar-nos uns aos outros. Não é por acaso que ela é conhecida como a meditação da paz universal.

Frases como “Que você seja feliz” ou “Que você supere as causas do seu sofrimento” compõem a meditação metta. Pode ser interessante substituir a palavra “você” pelo nome de alguém que esteja precisando de boas vibrações.

Meditação yoga

A meditação yoga, de maneira geral, tem um foco em controlar e observar a própria respiração. A ideia é tomar mais consciência dessa fonte vital de energia e, consequentemente, nos trazer para o momento presente.

Os exercícios da yoga por si só apresentam práticas de controle de pensamentos que podem ser aliadas de diferentes tipos de meditação. Assim, além de preparar a estrutura corporal para se dedicar às posturas, você também consegue atingir o equilíbrio com mais facilidade, por meio da respiração e das técnicas de energização.

Meditação transcendental

Na meditação transcendental, cada praticante recebe um mantra por um guia especializado na prática. A frase ou termo, por sua vez, tem o objetivo de atingir níveis cada vez mais profundos da mente.

Depois de aprender a técnica, é preciso praticar a meditação duas vezes ao dia. Essa é uma das técnicas mais poderosas de relaxamento e alívio de estresse, além de ser eficiente em promover reflexões internas bastante benéficas.

E então, conseguiu escolher uma prática para começar? Existem tipos de meditação bastante variados, basta você saber qual combina mais com seu estilo e deixar sua rotina mais plena e feliz.

Se você gostou de ler sobre esse conteúdo, siga nossas páginas nas redes sociais Facebook e Instagram! Desse modo, você sempre ficará por dentro dos posts assim que forem publicados!

Incensos naturais e
artesanais desde 1990

Acesse nossa loja online para conhecer
nossos produtos naturais

Compartilhe este post com mais pessoas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram

Deixe um comentário

13 Responses

    1. Bom dia , Paulo. Eu comecei a praticar a meditação yoga há alguns meses e percebi mudanças no meu dia-a-dia em poucas semanas. Com regularidade (pelo menos umas três ou quatro vezes por semana, 10min por dia) você já percebe os resultados. Melhora no humor, maior auto-controle é hábitos mais saudáveis. Espero ter ajudado. Namastê.

      1. Eu preciso de calmaria em mim, sou muito impulsiva e isso me prejudica em alguns momentos da minha vida. Gostei muito de saber que posso ser tratada e curada.

Posts relacionados

Dicas, novidades e 12% OFF no seu primeiro pedido. Cadastre-se!