Afinal, o que é o Sagrado Feminino e como ele melhora minha autoestima?

Afinal, o que é o Sagrado Feminino e como ele melhora minha autoestima?

8 minutos de leitura

Você sabe o que é Sagrado Feminino? Esse conceito milenar, que está ganhando cada vez mais notoriedade, pode representar mais qualidade de vida e autoestima para as mulheres. O Sagrado Feminino oferece ensinamentos sobre as emoções e os ciclos femininos, além de potencializar o entendimento sobre o próprio corpo e o papel da mulher na sociedade.

Mulheres de todo o mundo têm resgatado a sua essência com o Sagrado Feminino e obtido ganhos inestimáveis para a sua autoestima.

Essa filosofia, que também pode ser considerada um estilo de vida, propõe o reconhecimento e a aceitação do próprio corpo – desde a auto análise emocional ao perfeito equilíbrio entre você e a natureza.

Mas, afinal, o que é o Sagrado Feminino? Vamos entender melhor esse conceito neste post e saber como aplicá-lo no dia a dia.

O que é Sagrado Feminino?

O Sagrado Feminino é um resgate da essência feminina e representa um estado de consciência relacionado ao que é ser mulher, independentemente de classe social, cor da pele, tipos de personalidade, crenças ou experiências vividas. Ele representa a conexão da mulher com a natureza, com os seus ciclos e consigo mesma. Entender e vivenciar o Sagrado Feminino desperta a mulher para uma nova consciência sobre si mesma.

Ele a ajuda a se aceitar e a entender o próprio corpo. Também auxilia na valorização dos ciclos naturais, como menstruação, gestação, parto, amamentação, maternidade e maturidade. Além disso, o Sagrado Feminino ajuda a mulher a aceitar suas emoções e a explorar sua sexualidade.

Entenda o significado do Sagrado Feminino

Considerado uma filosofia, o Sagrado Feminino é o conjunto de ensinamentos que ajudam as mulheres a se conectarem consigo mesmas e com a natureza.

Assim, estimula nossos instintos e desperta uma consciência nova, voltada para a nossa harmonia.

Esse despertar pode ser visto de diversas maneiras. Seja se libertando de amarras sociais, padrões autoimpostos ou do patriarcado que interfere em nosso dia a dia.

Em suma, o Sagrado Feminino propõe que a mulher se compreenda como um ser absoluto, que não precisa de nada além do que já habita dentro de si.

O portal Terra traz uma matéria muito interessante sobre como essa ideologia tem colaborado para que as mulheres retomem o seu lugar na sociedade. Nas culturas antigas, as mulheres tinham um papel social fundamental e uma maior conexão com sua própria natureza e seu ser interior.

Com a imposição do patriarcalismo, suas funções foram se tornando cada vez mais restritas à casa e à família, e a conexão com si mesmas e a natureza foi se perdendo.

A pressão social imposta é de que as mulheres devem se destacar como leões na selva ou são fracas.

Recuperar o próprio poder pelo Sagrado Feminino permite que ela compreenda o seu verdadeiro papel. Seja como uma mãe dedicada ou como uma implacável executiva em uma multinacional.

Afinal, tudo é possível para uma mulher que se conhece, se aceita e se compreende como única no mundo.

Por que o Sagrado Feminino é importante?

Entender o que é o Sagrado Feminino é importante porque ajuda a nos reconectarmos com as nossas consciências e a aceitar com mais naturalidade os ciclos pelos quais passamos.

Além disso, uma mulher que entende e aplica o conhecimento do Sagrado Feminino no dia a dia tem um ganho considerável de autoestima. Por meio do despertar da consciência, ela se sente bem consigo mesma e entende o poder da feminilidade.

O Sagrado Feminino também ajuda as mulheres a encontrar alternativas à organização patriarcal da sociedade e a definir suas próprias regras, promovendo mais afetividade e liberdade.

Considerando a sociedade em que vivemos atualmente, ser mulher não é nada fácil. Sermos subjugadas e silenciadas, infelizmente, é algo recorrente em nossas vidas.

Seguir a filosofia do Sagrado Feminino, portanto, traz uma nova visão sobre o que, continuamente, ouvimos ser fraquezas. Ser sensível não é sinônimo de ser frágil, é uma condição humana. E menstruar não é sinônimo de instabilidade emocional.

Ao contrário, são características inerentes do ser humano e, por isso, merecem ser abraçadas e valorizadas. Por isso, esse estilo de vida ajuda as mulheres a se enxergarem como figuras completas e perfeitas.

Dessa forma, esse processo acaba contribuindo para nos tornarmos mais felizes e estarmos em total equilíbrio com o mundo à nossa volta.

Como o Sagrado Feminino se relaciona com o conceito de empoderamento?

O empoderamento feminino está relacionado à consciência coletiva e à percepção individual que busca tomar o poder para si. Ele representa o poder de escolha, a liberdade individual, a autoestima e a forma como a mulher se enxerga. Empoderar-se é reconhecer as próprias capacidades e qualidades, aplicando esse entendimento no dia a dia.

O conhecimento sobre o próprio corpo é um dos maiores fatores de empoderamento e o Sagrado Feminino ajuda a alcançá-lo por meio do conhecimento e da aceitação dos ciclos da mulher.

O empoderamento e a autoestima também estão relacionados ao poder intrínseco da mulher de gerar uma vida, nutrir e parir. Ele também está ligado ao coletivo, o que significa que uma mulher empoderada consegue influenciar outras ao seu redor e promover uma sociedade mais igualitária.

Mesmo que o conceito do empoderamento esteja se perdendo ou sendo ironizado, ele é parte fundamental do Sagrado Feminino.

A palavra “empoderamento”, tão ouvida e discutida na atualidade, tem um significado bem simples: ter poder de decisão sobre a própria vida. Considerando as premissas da ideologia, a mulher que se conecta com o seu Sagrado interior está assumindo esse poder de decisão. 

Afinal, sua proposta primordial é o amor próprio e a libertação das amarras sociais.

Portanto, mulheres que conseguem essa conexão entre o seu íntimo e a natureza, são empoderadas. Elas acreditam em si mesmas, em seu potencial e em sua capacidade de reger seus caminhos.

Saiba como o Sagrado Feminino pode contribuir para a sua autoestima

A partir do momento em que você se liberta das imposições sociais, passa a se amar com mais verdade. Esse é um dos principais pilares dessa filosofia.

Tomar as decisões por si mesma, acreditando na sua intuição e no que o seu coração diz, é uma forma de valorizar o seu próprio conhecimento e a sua capacidade de entendimento e racionalização.

Não há nenhuma loucura no que propõe essa ideologia. Apenas um reforço de que somos perfeitamente capazes de sermos felizes pelos nossos próprios méritos e atitudes.

Aceitar as coisas com mais naturalidade contribui para o seu equilíbrio e sua felicidade. Dessa forma, eleva grandemente a sua autoestima.

Como aplicar os ensinamentos do Sagrado Feminino no dia a dia?

No dia a dia, é importante reservarmos um tempo para nós mesmas, aprender mais sobre nosso próprio corpo, nossas vontades e desejos. É importante começar a olhar para nós mesmas e nos desligar do mundo à nossa volta por alguns instantes. Dessa forma é possível ter uma melhor percepção da natureza do feminino.

Em vez de se sentir desconfortável durante a menstruação, por exemplo, reflita sobre o que ela significa, busque entender melhor o seu corpo e acompanhar com atenção as mudanças que ele passa nesses momentos, sem julgamentos.

Aproveite esses dias para cuidar melhor de você mesma: medite, exercite seu corpo, faça algo que a deixe feliz e satisfeita.

Ao olhar com atenção para si mesma, seu entendimento mudará e isso se reflete na forma como você vê e sente o mundo. Aplicar os ensinamentos do Sagrado Feminino no dia a dia, além de melhorar consideravelmente a autoestima, potencializa a qualidade de vida, trazendo conforto e bem-estar.

Passo a passo para praticar o Sagrado Feminino

O primeiro e mais importante passo para assumir o Sagrado Feminino como o seu estilo de vida, é o autoconhecimento. Compreender que tudo o que nos rege é conectado, é uma forma de também se enxergar como parte de um todo: corpo, alma e natureza.

Para exercitar esse chamado, você pode se associar a grupos de mulheres que também seguem o Sagrado Feminino como filosofia e estão conseguindo esse equilíbrio entre a sensibilidade e o poder social.

Também há diversas literaturas que tratam especificamente da aplicação cotidiana das ações que correspondem à ideologia e que podem te trazer uma boa orientação.

Entretanto, existem algumas dicas que você já pode colocar em prática agora mesmo em direção ao próprio empoderamento.

 1. Compreenda o seu corpo e o que ele te diz

O corpo feminino é perfeito. Desde a capacidade de gerar outra vida, até a força sobre-humana que surge em momentos improváveis, tudo faz parte da natureza feminina.

Avaliar o seu corpo com liberdade, fará com que enxergue a riqueza em cada detalhe.

Olhe-se no espelho e, ao invés de criticar uma sarda ou uma celulite, valorize o que aquela marca representa, o que significa, o motivo de estar ali.

 2. Conecte-se com a sua Deusa interior

As Deusas sempre tiveram destaque nas mitologias e religiões antigas, como figuras poderosas, que se relacionavam com a natureza e assumiram seus papéis sem se render ao que a sociedade as impunha.

Alguns desses nomes podem ser familiares para você: Afrodite, Atena e Perséfone. Todas as mulheres têm uma Deusa que habita o seu interior, normalmente se relacionando com as características dessas figuras mitológicas que citamos anteriormente.

Ao conectar-se com a sua Deusa, você também será beneficiada com toda a força, vitalidade e beleza que elas têm. Dessa forma, é possível alcançar ainda mais o seu próprio poder.

3. Tenha prazer em ser mulher

Esqueça aquela crença enraizada de que a mulher está abaixo de qualquer coisa. A mulher é um ser humano, dotada de sua própria força – ela é sua própria pessoa.

Por isso, orgulhe-se de ser quem é. Enxergue-se como o ser perfeito que é. Se necessário, repita isso como um mantra, cole recados em seu espelho ou crie lembretes no celular até se acostumar com a ideia.

Assuma o seu poder com o Sagrado Feminino

Estar em conexão com o Sagrado Feminino é valorizar o que está dentro de você, seja biologicamente, como no caso do ciclo menstrual, ou metaforicamente, como no caso da intuição.

A partir do momento em que você se reconhece como um ser único e especial, terá capacidade de enxergar o mundo que a rodeia de outra forma: uma mais sensível e poderosa.

Por isso, faça esse processo de autoconhecimento. Dedique um momento a você mesma e olhe para o seu interior. Conecte-se com a sua Deusa e sinta a energia fluir com mais eficiência.

Entender o que é Sagrado Feminino está mudando a forma como nós, mulheres, nos vemos e como nos relacionamos com o mundo. Ao aplicar esse conhecimento na rotina, despertando a Deusa interior que cada uma de nós tem em si (símbolo do poder da mulher), é possível ganhar mais qualidade de vida, além de aumentar consideravelmente a autoestima e melhorar a conexão com o mundo.

Gostou do post? Então compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais mulheres possam entender o que é o Sagrado Feminino e como ele influencia o empoderamento!

Incensos naturais e
artesanais desde 1990

Acesse nossa loja online para conhecer
nossos produtos naturais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

46 Responses

    1. Gostei de saber a sua idade e que está vivendo a melhor fase de sua vida com 60 anos. Estou pertinho dos 60. Preciso me encontrar.

  1. Estou hoje com 43 anos e ainda vivo em um luta travada comigo mesma ainda não estou nem sou bem resolvida, ler esse texo me faz meditar no que tenho feito e o modo como tentho feito tudo em minha vida.

  2. As mulheres estão ganhando cada vez mais espaço na sociedade e não se submetem mais as repressões masculinas.
    Se reconhecem como pessoas.
    Amei a matéria.
    Aos 43 anos sou outra mulher.

  3. Perfeito o texto me identifiquei ,pois descobrir o meu sagrado feminino me fez encarar a vida com outro olhar e em cada ciclo me transformo e reinvento!!

  4. E eu com mais de 60 anos estou vivendo a melhor fase e momento de minha vida, sou feliz com meu corpo, com minha maneira de ser e de viver … Tenho uma vida tranquila, com muitas atividades pessoais e sociais..adoro viajar, adoro todas atividades literárias e aprecio o meu convívio familiar e com amigos…e sinto meu corpo com todas as sensaçóes harmoniosas…

  5. Oi como gostei também tenho 60 anos e estou me amando ,cada dia conheço melhor o meu corpo e respeito cada momentos com carinho e agradecimento, por ser essa mulher feliz comigo mesma ,amei o texto.

  6. Bom, tenho apenas 16 anos e me interessei pelo Sagrado Feminino. Gostei do texto e a forma de explicar. Me deixou mais curiosa e com mais vontade ainda de aprender sobre o Sagrado Feminino. Adorei de verdade

  7. Olá sou youtuber canal Ágape Akhenaton e estou desenvolvendo um curso no canal sobre arquétipos femininos.
    Gostaria de fazer um vídeo sobre qualidade de vida da mulher e gostaria de indicar seus produtos, Fênix, queria fazer uma propaganda e estimular o uso do perfume de pattoli e divulgar um link de compra.
    Fazer um vídeo exclusivo sobre o uso do produto.
    De uma olhada no curso e veja se se interessa.

  8. Me sinto completamente perdida. Tenho lido bastante sobre o Sagrado Feminino tenho interesse em me redescobrir como mulher, mãe e filha…

  9. Amei essa reflexão ,vem ao encontro da minha descoberta , da minha força e capacidade de aprender sempre, mudar conceitos e rever meus valores .Essa Pandemia eu me redescobri????????❤️

  10. Também cheguei aos 60 e me sinto aliviada. Como se tivesse arrancado toda opressão sa entranhas. Amo a vida, amo ser uma.mulher independente.

  11. Já fui retraída e tímida, sofri bastante por isso, sem boca pra falar, mas a partir de 25 anos eu comecei a fazer cursos e trabalhar com o público, e fui dominando minha timidez, virei instrutora e motivadora, na área da beleza, a quatro anos atrás entrei na aula de dança do ventre, encontrei minha Deusa interior me descobrindo cada vez mais, aumento da autoestima, e empoderamento feminino ???? hoje dou aulas de dança do ventre para mulheres de todas as idades ajudando a melhor a autoestima delas, me sentindo poderosa e sensual, decidida nos caminhos a tomar. Menstruação é poder de gerar, é vida, renovação, enxergar coisas boas nesse período é ser feliz com sigo mesma. É conectar se com a natureza. Amo ser mulher ????
    Adorei esse post e vou aplicar em meus ensinamentos, gratidão.

  12. Fiquei muito feliz em conhecer sobre o Sagrado Feminino. Uma nova visão de si mesma. Ser feliz do jeito que somos. Aceitação e conhecimento.

  13. Irene Burgoon, espelho, espelho meu sou sagrada desde o nascimento,Kurandeira de casas,sou sagrada o meu corpo é clorioso na plenitude da lux,sou perfeita bela e saudável, feminina emanando a sublime na essência da minha existência na beleza do meu sagrado feminino,assim é e assim será.

  14. Eu simplesmente amei essa explicação sobre o sagrado feminino e em determinados momentos da leitura escorreram algumas lágrimas, foi extremamente necessário ler isso hj, me conectou ainda mais com a deusa que habita em mim, muita gratidão… _/\_ _/\_

  15. Olá, estou com 41 anos reiniciando a vida. Descobrindo quem sou. Meu feminino estava muito bloqueado. Ainda não sei como melhorar 😔. Buscando autoconhecimento.

Compartilhe este post com mais pessoas!

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no pinterest
Pinterest