sexta-feira, fevereiro 23, 2024
Anúncio
InícioAstrologiaRevolução solar: entenda o que é e como ela pode ser útil

Revolução solar: entenda o que é e como ela pode ser útil

A revolução solar, ou retorno solar, acontece quando o sol retorna para a exata posição que estava quando a pessoa nasceu. Isso acontece anualmente, a cada 360 dias. 

A partir da análise da revolução solar é possível criar previsões para os próximos 12 meses do ano, criando novas possibilidades de agir e pensar a vida a partir das energias concentradas no momento. 

E mesmo que a revolução solar tenha como base o dia do aniversário, ela pode ser feita em qualquer período do ano. 

Existe quem prefira, por exemplo, fazer a revolução solar ao final do ano, juntando as finalizações de ciclo e criando novas oportunidades no ano que se inicia. 

Essa é uma ferramenta valiosa para quem quer ativar as suas potencialidades. E para manter o autocuidado por todo o ano, crie momentos especiais para você no seu dia a dia. Os incensos da Fênix são ótimos aliados nessa rotina. 

Saiba mais sobre o que é a revolução solar e como ela pode te ajudar nos desafios futuros. 

O que é revolução solar? Para que serve?

Um ano se completa sempre que o sol dá 360 voltas na terra, ou 360 graus. A cada dia, o sol percorre um grau. Essa conta não fecha muito bem no nosso calendário solar, e por isso existem os anos bissextos, para deixar o ano redondo. 

A revolução solar acontece próxima a data de aniversário, justamente porque não é um número redondo que estabelece uma única data. Ela é o momento em que o sol se alinha na mesma posição que estava no dia e na hora do nascimento de uma pessoa. 

Para a astrologia, a revolução solar é um conjunto de previsões anuais que se estabelece a partir da análise desse reposicionamento. Desse modo, é um momento de encerrar e recomeçar ciclos. 

A partir da análise da revolução solar é possível identificar diversas energias que vão acompanhar a pessoa durante os 12 meses futuros. Por isso, é comum que quem gosta de astrologia busque realizar a análise todos os anos. 

Pessoa desenhando em mapa. Imagem ilustrativa para texto revolução solar.

O que a revolução solar pode revelar sobre uma pessoa

Como a revolução solar é feita anualmente, ela apresenta todos os pontos diversos da vida de quem a procura. Mais do que estabelecer certos arquétipos que os signos pregam, a revolução solar fala de energias, de como cada área da vida pode estar. 

Ela pode servir de um guia para quem busca autoconhecimento, ou precisa de apoio para solucionar ou evoluir em determinadas áreas da vida. O retorno do sol à posição do nascimento indica uma espécie de renascimento que acontece anualmente. 

Assim, na astrologia, esse momento é identificado como uma oportunidade de renovação, de criação de possibilidades e também de antecipação de possíveis problemas. Há quem trate essa análise como um suporte emocional imprescindível. 

Quando se realiza a revolução solar ela vai apontar casa a casa. As casas em qualquer mapa astral indicam as áreas da nossa vida. 

E tanto no mapa astral quanto na revolução solar vão ser apresentados os planetas que estarão regendo aquela área. Por toda a vida, no caso do mapa astral, ou por todo o ano, no caso do retorno solar. 

Por exemplo, se você enfrenta um desafio novo no trabalho, ou está insatisfeito com o que realiza, você pode ter um direcionamento planetário do que fazer, de como se sentir realizado. 

Isso porque a revolução solar vai indicar o planeta que estará regendo aquela casa no seu ano. 

O que acontece também com todas as outras áreas da vida, como o amor, a família, os sonhos e projetos futuros. 

O que é necessário para interpretar a revolução solar? 

Para fazer uma análise profunda da revolução solar é essencial entender tudo que aparece no mapa, como signos, planetas posicionados e o sol. Um complementa o outro. 

Enquanto os signos declaram como cada planeta vai se alinhar e se manifestar em cada casa, o sol indica a sua maior potencialidade no ano. Você sempre terá uma energia mais pulsante que a indicada por ele. 

A revolução solar fala muito sobre os nossos próprios atributos e também nosso momento atual. Quando muitos planetas estão em áries, por exemplo, a vida pode ser mais desafiadora e com aquele ânimo gritante. 

Já mercúrio na casa 4, pode indicar um momento mais íntimo, de pouca disponibilidade para conhecer novas pessoas e estar em ambientes sociais. 

E mesmo que tudo no mapa deva ser levado em consideração, três astros são mais potentes e indicam caminhos mais fortes para o futuro, e portanto, precisam de mais atenção. São eles: sol, lua e ascendente. 

Entenda como funciona as interpretações de cada um:

Sol

O sol é o grande astro. Ele indica aquela força potencializada do ano, aquela energia que você terá a mais e que pode ser a sua grande oportunidade. O sol está sempre ligado ao sucesso, e por isso, precisa da primeira atenção na análise. 

Lua

A lua pode ser interpretada como um contraponto. Ela fala da área da vida que estará mais vulnerável, da energia que precisa ser cuidada com maior frequência. Assim, a lua também indica o seu estado emocional ao longo do ano, e também todos os aspectos da saúde. 

Ascendente

Já o ascendente, se parece com o sol, mas pode ser entendido como o ritmo que o ano terá. O sol fala do que pode ser potencializado, do que está no momento, o ascendente vai dizer como aquela área e energia podem ser impactadas. É um complemento essencial. 

Qual a diferença entre mapa astral e revolução solar?

A diferença entre mapa astral e revolução solar é a flexibilidade da análise. Ou seja, o mapa astral é análise do dia, hora e local de nascimento, fala do alinhamento dos astros e de como eles atuam no macro em cada casa da pessoa. 

Já a revolução solar analisa o posicionamento anual dos astros, quando eles se alinham na mesma conjuntura que no dia do nascimento. É uma análise que muda ano a ano, e não atende por mais do que 12 meses. 

É como se o mapa astral fosse um mapa do país, em que os estados ficam mais evidentes e é fácil entender o que cada um tem de diferente.

Por outro lado, a revolução solar aponta caminhos para se chegar de uma ponta a outra, aprofundando aspectos que vão surgir durante o trânsito. 

Imagem de uma mesa com mapas, café e velas. Imagem ilustrativa para texto revolução solar.

Entenda como fazer a revolução solar

Para fazer a revolução solar é essencial procurar um astrólogo de confiança. É preciso ter em mãos todos os dados do nascimento, como dia, hora e local de nascimento. Também é necessário indicar o local que se estará durante a revolução. 

O local que se está pode alterar o momento em que ela acontece. Quem nasceu no Brasil e está morando em algum país asiático, por exemplo, precisa contabilizar a mudança de fuso horário. 

Afinal de contas, o local que se estará morando terá um alinhamento em horário e dia diferente do que se nasceu. 

Tendo isso em mãos, portanto, a sua revolução solar vai indicar tudo que você precisa saber para potencializar suas energias e possibilidades nos próximos 12 meses. 

Quer saber mais sobre astrologia? Acompanhe o blog da Fênix

A cada revolução solar encerramos ciclos e começamos novos. Ou seja, esse é um momento de muita reflexão, e não à toa, os aniversários trazem a necessidade desse momento de autoanálise. 

Ter um suporte a mais, que indica quais são os caminhos mais favoráveis e desfavoráveis pode ser essencial. Por isso, procure sempre realizar a sua revolução solar anualmente. 

E para te ajudar a renovar as energias dia a dia, conte com a Fênix Incensos e crie momentos de autoconhecimento e autocuidado sem sair de casa. Tenha agora mesmo as essências mais especiais para acompanhar o seu momento. 

E para saber mais sobre astrologia, confira o Blog da Fênix!

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Anúncio

POPULARES